Catálogos VEGA

 Vega catálogo 2016

Catálogo Novidades Vega 2016

 

Patrocínio desportivo e desenvolvimento de produto

 
 

PARCERIA RENOVADA COM JOAQUIM MOIO

 
  Vega e Joaquim Moio  
  A Vega e Joaquim Moio anunciaram a renovação, para 2016, da colaboração iniciada no ano passado.  
  Nesta temporada, a dupla de maior sucesso de sempre da pesca ao achigã em Portugal, composta por Joaquim Moio e João Grosso, vai continuar a ser patrocinada pela Vega.  
 


Com quatro títulos nacionais e um mundial, os dois pescadores vão disputar todas as provas da próxima época com os equipamentos das marcas Vega e Akada que tão bons resultados lhes têm dado.

  Potenza Braided Line  
 

Reacções

A parceria inclui ainda a participação de Joaquim Moio na concepção de produtos adequados ao mercado ibérico, que o Campeão Mundial de 2014 tão bem conhece.

«Os campeões sentem-se bem com a Vega e a Vega sente-se bem com campeões», comentou Jorge Mourinho a respeito da renovação do anúncio.

O responsável comercial da marca acrescentou ainda que a Vega «acredita que os pescadores de Portugal e Espanha vão ter muito interesse no contributo que esta parceria vai ter no desenvolvimento da nossa oferta especializada», uma referência à expansão que a marca está a preparar em Espanha.

Por sua vez, Joaquim Moio também se mostrou satisfeito com a renovação:

«A Vega tem uma implantação no mercado que não é por acaso, vem de os seus produtos terem uma relação qualidade/preço que é muito ajustada, e os pescadores percebem que podem confiar», comentou Joaquim Moio. «Por isso, para nós, renovar esta parceria é um motivo de satisfação», disse, dizendo que está pronto para «fazer face à nova temporada».

À imagem do ano passado, Joaquim Moio vai estar presente com a sua loja, a Pesca e Companhia, na edição deste ano da MoraPesca, que decorre entre 26 e 28 deste mês no Parque de Feiras daquela vila alentejana.

Em acção de pesca

O campeão mundial de 2014 tem mostrado as suas opiniões sobre alguns produtos das insígnias da Vega, depois de os ter submetido a ensaios.

 
 

O primeiro foi o fio Potenza Braided Line, o fio que ajudou a capturar um achigã de 5.1 kg no Mundial do México e contribuiu decisivamente para a histórica vitória portuguesa.

«Uma linha excepcional, que sempre me deu total segurança», comentou Joaquim Moio (leia aqui).

   
 

Ensaios Joaquim Moio

 

Para a edição nº 20 do Jornal da Pesca, o pescador eborense experimentou um conjunto de casting, formado pela cana Akada Z-Force 68H Fast e pelo carreto Finessa LH.

Z-Force que o conquistou a ponto a considerar «extraordinariamente agradável», destacando «a sua boa relação qualidade/preço».

A respeito do carreto, concluiu que se mostrou «muito fluido a lançar, fácil de ajustar e rápido a recuperar» (leia aqui).

 
 

Na edição seguinte do Jornal centrou-se num conjunto de spinning, agora formado pela cana Akada S-Force 7’1’’ MH Extra Fast e pelo Akada MT 30

Os 7’1’ da cana transmitiram «confiança» ao autor, que sublinhou a sua «sensibilidade impressionante» e a sua «grande acção de ponteira».

Por sua vez, o MT 30, além de «muito agradável, visualmente», viu ser destacadas mais duas virtudes — o «funcionamento suave» e o «drag muito forte». (leia aqui). ■

 
 


PRÁTICOS & ÚTEIS

Lançamentos
mais longos
e menos rupturas

Os pescadores de surf casting preocupam-se em atingir distâncias de lançamento cada vez maiores, com muitos a ultrapassar os 150 m e alguns a ambicionar chegar ainda mais longe. 

Potenza Double Shock Leader

Mas isso coloca exigências especiais aos fios, que são cada vez mais finos; hoje são comuns diâmetros abaixo do 0.26, com muitos pescadores a montar linhas de 0.21 ou mesmo 0.14 mm nas suas bobines! Tudo para que o atrito reduzido destas linhas lhes permita pescar mais longe. 

Porém, estes diâmetros não aguentam os impactos e as exigências próprias dos lançamentos longos. Os pescadores recorrem, assim, a terminais de linhas mais grossas, o que aumenta exponencialmente o risco de rupturas — um nó entre linhas de espessura diferente é um ponto de união muito frágil, com uma resistência de menos de metade da do fio mais fino. Além disso, os nós criam atrito, diminuem as distâncias e provocam cabeleiras.

Para ajudar os pescadores a fazer face a este problema, a Vega lançou um inovador fio para carreto que já inclui o shock leader, neste caso sem necessidade de nós — isso elimina os pontos fracos, mantendo a resistência e fluidez possível durante o lançamento, eliminando também mais um ponto de fixação de algas ou outros detritos quando na sua presença. 

Este fio chama-se Potenza Double Shock e, como o nome indicia, tem duas pontas cónicas; assim, em caso de ruptura, o pescador pode inverter o fio e utilizar a outra ponta de choque cónica. Vem em bobines de 300 m, sendo 270 do diâmetro mais fino, 10 do mais grosso (em cada extremidade) e 5 de transição cónica entre o mais fino e o mais grosso. Está disponível em quatro diâmetros: 0.18/0.47 mm, 0.20/0.47 mm, 0.23/0.50 mm e, por fim, 0.26/0.50 mm, incluindo um tratamento duplo de silicone para grande resistência à abrasão. 

Tem apresentado excelentes resultados no surf casting, com grande resistência e permitindo alcançar distâncias de lançamento antes não possíveis a muitos pescadores. Experimente e deixe de ver as suas montagens a romper pelos nós assim que faz lançamentos longos! 

 

PARCEIROS INSTITUCIONAIS

 

  Chronopost           Mútua dos Pescadores    

 

  • © VEGA                                                                                                                                                                                                                                                                                 DUALWEBS